Pintada feita por colonos israelitas na Cordoba School, perto da rua Shuhada, em Hebron
Em Dezembro de 2017, Ahed Tamimi foi condenada por um tribunal militar, em julgamento à porta fechada, a oito meses de prisão.
Fotografia de Wissam Nassar, representativa das dificuldades impostas a Gaza pelo bloqueio de Israel e do Egipto, bem como pelos sistemáticos castigos do exército israelita.

Vamos regressar este verão à Palestina. Tal como fizemos na reportagem piloto: “A Resistência improvável, a ocupação impossível” a reportagem será disponibilizada em regime de copyleft, nesta plataforma. Apelamos aos leitores que tenham possibilidade que façam parte deste projecto, financiando a reportagem para a conta bancária (NIB: 0043 0001 04001004338 78 IBAN: PT50 0043 0001 04001004338 78 Swift: DEUTPTPL). Estaremos duas semanas no território onde procuraremos entrar em Gaza, algo que tem sido sistematicamente negado por Israel à generalidade dos jornalistas, bem como acompanhar a libertação de Ahed Tamimi, prevista para o período da reportagem. Iremos também focar a nossa atenção na realidade em Hebron, uma das cidades chave da ocupação israelita, bem como nas múltiplas formas de resistência com que os palestinianos enfrentam a ocupação.

Advertisements

One thought on “Próximas estações: Libertação de Ahed Tamimi, Hebron, Gaza

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s